Problemas no ar condicionado automotivo


Como o sistema é muito complexo, o fato do ar condicionado não estar gelando pode ser decorrente de diversos problemas, uns mais graves e outros mais simples de serem resolvidos. Se você tiver as ferramentas adequadas – e um pouco de habilidade o problema pode ser localizado e reparado na sua própria garagem. Mas, no caso de algumas falhas, realmente será necessária a ajuda de um profissional especialista no assunto.

Porém, é possível detectar alguns motivos do porquê o ar condicionado não está gelando. Assim, pode até ser que você não consiga consertá-lo por conta própria, mas pelo menos não corre o risco de pagar por algo que não precisa. Pensando nisso, reunimos as principais falhas do equipamento para ajudar nessa identificação.

Ar condicionado automotivo não gela, o que pode ser?

O filtro de ar é um dos principais motivos para que o ar condicionado não esteja desempenhando a sua função corretamente. Se o filtro de ar está sujo ou entupido, ele não irá esfriar. Como é considerada uma manutenção simples e rotineira, se você tem um pouco de conhecimento sobre carros e a sua mecânica, pode fazer essa troca em casa mesmo.

Consulte o manual do veículo para seguir as instruções de troca. Caso não tenha nenhuma habilidade para realizar essa operação, ou simplesmente não queira realizá-la, leve o carro até o seu mecânico de confiança e peça para ele trocá-lo. É um procedimento rápido e que leva pouco tempo.

O custo dessa manutenção também não é elevado, pois é considerado algo rotineiro. Em alguns casos, a troca do filtro de ar é feita até nas revisões pré-determinadas pelas montadoras ou concessionárias autorizadas.

Ar condicionado automotivo não gela, o que pode ser? Vazamento de gás refrigerante

Se o ar condicionado não está gelando, o problema pode estar ligado diretamente a fuga de gás refrigerante. Esse problema é um pouco mais difícil de ser identificado, mas, ainda assim, muito simples de ser resolvido. Ele acontece, geralmente, porque alguma das conexões do equipamento está pouco apertada e causando esse “transtorno”.

A identificação desse problema pode ser feita com um pouco de água e sabão, assim como nos botijões de gás de cozinha. Ao passar essa mistura, ligue o ar condicionado. Onde houver falhas ou pouca pressão, algumas bolhas começarão a se formar.

No caso de ser apenas uma conexão pouco apertada, basta rosqueá-la com mais força. Agora, se houver furos ou outros danos, será necessário realizar a troca. No entanto, esse rompimento só pode ser ajustado por profissionais que dispõem de materiais e ferramentas adequadas. O rompimento precisa ser reparado com uma solda e, posteriormente, farão uma nova recarga de gás.

Nos dois casos (conexões pouco apertadas ou rompimentos), lembre-se de fazer a recarga do ar condicionado caso tenha perdido muito material. Nesse caso, é melhor procurar um especialista para auxiliá-lo no processo.

Cheque compressor do ar condicionado

Para que o ar condicionado esteja em perfeito funcionamento, o compressor do ar condicionado precisa estar lubrificado a todo momento. Se, mesmo por alguns instantes, essa lubrificação parar de acontecer, o ar condicionado não irá gelar.

Isso acontece por um defeito, desgaste ou má manutenção. Recorra a uma oficina especializada para que o reparo do sistema seja efetuado o quanto antes. Para garantir que essa manutenção esteja sempre correta, faça as revisões do carro nos períodos indicados. Isso ajuda a manter todos os componentes em perfeito funcionamento.

Procure por sinais de falha elétrica

Motivo também bastante comum para que o ar condicionado não esteja gelando, a falha elétrica costuma ser ignorada, mas é mais frequente do que se imagina. Nesse caso, os ventiladores param de funcionar, ou não funcionam de forma adequada, ventilando apenas internamente, não expelindo os ares pelas saídas. Esse processo faz com que  resfriado pelo sistema não se espalhe pelo carro, causando  problemas, desde a simples falta de refrigeração no interior do veículo até o sobrecarregamento do sistema que ficam sem ter para onde mandar o fluxo de ar.

Um especialista precisa analisar o sistema como um todo para identificar o problema e ajustá-lo. Neste caso, se o problema for mais simples, um auto-elétrico poderá resolvê-lo. Mas, caso o sistema tenha sido sobrecarregado demais, alguns componentes mecânicos do ar condicionado também precisem ser verificados.

Outros motivos pelos quais seu ar condicionado não está gelando

Além dos problemas citados acima, outras peças são responsáveis pelo ar condicionado não estar gelando. Algum defeito na ventoinha do condensador, por exemplo. Esse caso é motivado, em geral, pelo desgaste da peça.

Defeitos no compressor, o fusível do compressor do ar condicionado queimado, algum defeito em relé, que é mais difícil, porém possível de acontecer, além de defeitos na correia motivam o ar a não ficar gelado.

Ar condicionado automotivo não gela, o que pode ser? Vazamento de líquido 

Se notar, no chão, uma mancha de líquido clara, quase transparente, próxima ao assento do passageiro, pode ser problema com o ar condicionado. Isso é em função de uma condensação que se acumula do ar condicionado quando está soltando o ar frio.

Um escorrimento mínimo de água é normal, mas se a quantidade for muita e a frequência alta, deve ser observado. Não é um problema grave quanto o vazamento do óleo de freio, por exemplo, mas precisa ser ajustado o quanto antes para que esse equipamento volte a funcionar adequadamente.

Dicas para aumentar a durabilidade do ar e evitar problemas

Clique Aqui: Saiba Mais: ar condicionado automotivo gelando pouco,Alguns problemas que podem acontecer com ar condicionado

Ficou fácil identificar o problema pelo qual o seu ar condicionado pode estar passando, né? Mas, que tal evitar esses transtornos e tomar alguns cuidados diários para aumentar a durabilidade desse item?

Ligá-lo diariamente para ajudar na lubrificação, ponto que citamos acima, fazer a manutenção a cada seis meses, evitando, até, o acúmulo de bactérias, além de nunca ligar o ar após deixar o carro no sol, pois isso causa um choque de temperatura, demorando excessivamente a refrigeração, são atitudes que parecem simples, mas que influenciam diretamente no seu perfeito funcionamento. 

FONTE: https://www.r7.com

O que fazer quando não há estação de tratamento de água

Nos locais em que não há estações de tratamento, a água é obtida diretamente de rios, lagos, nascentes, represas ou poços. Mas, nesses casos, a água pode estar contaminada por micróbios e poluentes e são necessários alguns cuidados.

O poço mais comum é o poço raso, que obtém água a 20 metros de profundidade, no máximo. Ele deve ser construído longe das fontes de poluição e contaminação, ficando, por exemplo, a pelo menos 25 metros da fossa onde as fezes e os resíduos da casa são despejados. Deve ter uma tampa impermeável (uma laje de concreto armado) e uma abertura a pelo menos 20 centímetros acima do solo, para protegê-lo contra a entrada de águas que escorrem pela superfície do solo.

É preciso também que os primeiros três metros do poço sejam impermeáveis à água da chuva que cai na superfície do terreno. A água que se infiltra a mais de três metros e que entra no poço já sofreu um processo natural de filtração ao atravessar o solo.

Saiba Mais: Entenda como funciona uma estação de tratamento de esgoto,destinação das águas das chuvas nas cidades e lixo 

É importante garantir que a água do poço ou de outras fontes não esteja contaminada por micróbios. O ideal é que ela seja analisada periodicamente por um laboratório, para verificar seu estado de pureza. Se isso não for possível, a água que se bebe, bem como a que é usada para lavar pratos e talheres, deve ser filtrada e tratada. A água deve ser fervida por pelos menos 15 minutos ou tratada com cloro (siga bem a instruções do fabricante, pois cloro em excesso pode causar envenenamento). Antes de tratar a água com cloro, porém, devemos filtrá-la, já que os ovos de vermes, por exemplo, não são destruídos pelo cloro, mas podem ser removidos pela filtração.

Existem também poços artesianos, construídos com equipamento especial, que furam a terra e tiram a água de lençóis subterrâneos mais profundos. Esses lençóis estão situados em espaços existentes entre rochas pouco permeáveis, geralmente a mais de 100 metros de profundidade. A água dos poços artesianos costuma estar limpa, mas deve-se também mandar analisá-la em laboratório.

O destino da água utilizada

Para onde vai a água depois de utilizada em lavagens de roupas, banho, ou descarga de banheiros e outras atividades de uso doméstico?

O destino da água que foi utilizada é um grande problema de saneamento básico e que não está bem solucionado em muitas regiões do Brasil.

Em pequenas comunidades, esse problema relativo ao tratamento da água utilizada pode ser resolvido ou minimizado com fossas sépticas e sumidouro.

Nas regiões mais populosas, entretanto, exige-se uma solução mais complexa. Isso ocorre porque, mesmo para um pequeno prédio com dez apartamentos, a fossa séptica e o sumidouro, em geral, não são suficientes para absorver a água consumida por esses moradores. Imagine, então, uma grande cidade repleta de arranha-céus.

O Tratamento de Esgoto

Ao chegar à estação de tratamento, o esgoto passa por grades de metal que separam objetos (como plástico, latas, tecidos, papéis, vidros etc.) da matéria orgânica, da areia e de outros tipos de partículas.

O esgoto passa, lentamente, por grandes tanques, a fim de que a areia e as outras partículas se depositem.

O lodo com a matéria orgânica pode seguir para um equipamento chamado biodigestor, onde sofre ação decompositora das bactérias. Nesse processo, há desprendimento de gases, entre eles o metano, que pode ser utilizado como combustível.

A parte líquida, que ficou acima do lodo, também é atacada por bactérias, pois ainda apresenta matéria orgânica dissolvida, essa parte é agitada por grandes hélices, que garantem a oxigenação da água. Também podem ser utilizados para essa oxigenação bombas de ar ou mesmo certos tipos de algas, que produzirão o oxigênio na fotossíntese.

Só depois desse tratamento, o esgoto pode ser lançado em rios, lagos ou mares.

A água já utilizada, após o tratamento retorna ao meio ambiente com seu efeito poluente diminuído. Caso contrário, pode causar grave contaminação da água e, assim, riscos à população que dela se utiliza.

A falta de tratamento de esgoto pode provocar a contaminação do solo e da água, contribuindo para a proliferação de várias doenças. Muitas dessas doenças podem levar a morte muitas crianças, principalmente no seu primeiro ano de vida. Assim, garantir o tratamento de esgoto em todo o Brasil é uma meta a ser alcançada na busca de saúde e qualidade de vida da população.

FONTE: https://www.r7.com

Projetos de saneamento instalados


Você sabe que aprender mais sobre saneamento é muito importante para o desenvolvimento da nossa sociedade. Afinal, estamos falando de um assunto que afeta diretamente as nossas vidas e o meio ambiente. O que talvez vocês não saiba é que isso pode ser uma atividade prazerosa.

Conhecer mais sobre esse assunto prepara as pessoas para questionarem a situação como vivem e valorizarem os serviços quando estão disponíveis na sua região. Se não há um saneamento básico adequado em uma comunidade, por exemplo, a qualidade de vida dessa população é afetada. Por isso, conscientizar-se sobre esse tema é tão relevante.

Saiba Mais: Confira Aqui: São feitas visitas técnicas a campo para visualizar e entender onde serão instalados os equipamentos

Estamos acostumados a ver essa questão sendo tratada por professores, que incluem pautas sobre o saneamento em suas disciplinas; por jornalistas, que produzem reportagens evidenciando o cenário dos serviços no país; por empresas, que abraçam a causa da sustentabilidade, etc. Mas você também pode buscar ampliar seu conhecimento e aprender mais sobre saneamento com algumas dicas que vamos dar.

A seguir, vamos apresentar 10 indicações para você aprender mais sobre o tema. Tratam-se de filmes, portais, blogs e livros que abordam a questão do saneamento básico. Confira!

A realidade do saneamento básico no país

“A realidade do saneamento básico no país” é um documentário produzido pelo Instituto Trata Brasil e pela Kurundu Filmes, que mostra cenários reais de importantes cidades brasileiras.

O filme mostra a triste realidade que o Brasil ainda enfrenta quando o assunto é coleta e tratamento de esgoto, bem como o tratamento da água. Personalidades como Maurício de Sousa, Lars Grael e Daiane dos Santos, além de especialistas do Instituto Trata Brasil trazem as suas opiniões sobre o tema.

A luta pelo básico: saneamento salvando vidas

Outra produção feita em parceria entre o Instituto Trata Brasil e a Kurundu Filmes é o documentário “A luta pelo básico: saneamento salvando vidas”. Esse filme foi produzido em comemoração aos 10 anos do Instituto Trata Brasil, em 2017.

A abordagem do documentário versa sobre a importância do tratamento da água e do esgoto nas comunidades mais carentes e vulneráveis. Também é mostrado como a população ainda precisa lutar por algo que deveria ser fornecido como um direito básico.

Saneamento básico: o filme

Atores consagrados como Fernanda Torres, Wagner Moura, Camila Pitanga, Bruno Garcia, Lázaro Ramos, Tonico Pereira e Paulo José estrelam “Saneamento básico: o filme”, longa-metragem produzido pela Casa de Cinema de Porto Alegre e escrito por Jorge Furtado.

O filme se passa na Linha Cristal, uma pequena vila na Serra Gaúcha, onde vivem descendentes de colonos italianos. Na história, os moradores da vila se reúnem para construir uma fossa de tratamento de esgoto na localidade.

A subprefeitura da cidade não tem verba para fazer a fossa, mas dispõe de um valor distribuído para a produção de um filme. Então, os moradores têm a ideia de produzir um vídeo contando a história de um monstro que vive nas obras de construção da fossa, fazendo uma crítica social.

Portal BRK Transforma

A BRK Ambiental é uma empresa que tem o propósito de transformar a vida das pessoas garantindo água e saneamento de qualidade. Um dos pilares de atuação é a mobilização da sociedade em ações sustentáveis e a educação ambiental. Para isso, mantém o portal BRK Transforma, que é um rico canal de informações para quem deseja aprender mais sobre saneamento.

Ao navegar pelo site, você encontrará artigos, infográficos, vídeos, jogos interativos e vários conteúdos interessantes sobre sustentabilidade. Vale a pena acessar todas as abas do portal e descobrir novos conteúdos.

Portal do Instituto Trata Brasil

O Instituto Trata Brasil é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP) e é formado por empresas que se interessam por proteger os recursos hídricos brasileiros e promover melhorias no saneamento básico.

O portal mantido pelo Instituto tem diversas informações interessantes para aprender mais sobre saneamento. Também dispõe de um blog que traz artigos interessantes sobre saneamento, bem como divulga eventos em todo o Brasil que abordam essa temática.

Portal Abes

A Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (ABES) não tem fins lucrativos e atua na missão de desenvolver atividades técnicas e científicas, bem como de criar políticas públicas sobre a gestão do saneamento básico e das questões ambientais.

A entidade mantém um portal completo, no qual divulga eventos, publicações, notícias e cursos sobre saneamento básico, além de outros temas relacionados. Trata-se, portanto, de outra excelente fonte sobre o assunto.

Saneamento em Pauta

O Saneamento em Pauta é o blog da BRK Ambiental. A plataforma reúne dicas e informações, bem como estudos e dados impactantes sobre saneamento básico. Os textos abordam tudo o que está relacionado a saneamento: meio ambiente, saúde, reciclagem, tratamento de água e esgoto e muito mais.

Há ainda a possibilidade de assinar a newsletter para sempre receber conteúdos do blog em seu e-mail e assim ficar por dentro das últimas publicações.

Tópicos de saneamento básico

“Tópicos de saneamento básico” é um livro dividido em dois volumes, escrito por Fernando José de Souza. A obra apresenta os conceitos sobre abastecimento de água, sistemas de coleta, tratamento de esgotos, drenagem de águas pluviais, manejo do lixo, etc.

De forma didática, o autor introduz esses temas de forma rápida e prática, para quem está começando a estudar sobre o assunto ter noções básicas e poder se aprofundar com leituras complementares.

Introdução à qualidade das águas e ao tratamento de esgotos

Marcos Von Sperling é um autor tido como referência quando falamos em técnicas de tratamento para esgotos. É dele o livro “Introdução à qualidade das águas e ao tratamento de esgotos”.

A obra é bastante detalhada e traz informações teóricas e práticas sobre como deve ser feito o tratamento da água e dos esgotos nas cidades. Critérios econômicos e técnicos também são considerados em cada uma das alternativas apresentadas no livro.

Ilha das Flores

Considerado pela Associação Brasileira de Críticos de Cinema como melhor curta-metragem brasileiro da história, “Ilha das Flores” é um filme escrito e dirigido por Jorge Furtado, tendo a produção da Casa de Cinema de Porto Alegre.

No curta, é mostrada a jornada de um tomate, que é cultivado em uma fazenda e depois comprado por uma dona de casa no supermercado. Ao perceber que a fruta estava machucada, a mulher o joga no lixo e ele segue para a Ilha das Flores, um aterro de Porto Alegre.

Na Ilha das Flores, os restos de alimentos adequados são dados para os porcos e os inadequados para crianças e mulheres pobres comer. O filme traz uma crítica social forte e mostra como a falta de saneamento e de condições adequadas podem ser maléficas e reforçar as desigualdades sociais.

FONTE: https://www.r7.com

Vazamento fossa séptica


Você sabia que a limpeza de fossa séptica deve ser inserida na rotina de manutenções da sua casa (se ela tiver esse sistema)? Confira o post desta semana e entenda a importância de manter essa higienização em dia.

A limpeza de fossa séptica dentro do período recomendado é vital para manter a saúde das pessoas e evitar a contaminação do meio ambiente. Motivos não faltam para você realizar regularmente a limpeza da sua fossa séptica, e para te ajudar a entender a real importância, ressaltamos a seguir algumas das principais razões:

Impede o mau cheiro e proliferação de pragas

Ninguém quer chegar em casa e descobrir que o seu jardim está exalando um cheiro nada agradável de esgoto, não é mesmo? Se você não realizar a limpeza da fossa séptica por muito tempo, ela pode entupir e transbordar, resultando em mau cheiro na sua propriedade.

Saiba Mais: Clique Aqui: Fossa séptica melhora a qualidade de vida e ajuda na preservação

O odor desagradável e o solo contaminado podem acabar facilitando a proliferação de pragas domésticas, como moscas, baratas e ratos. Livrar-se dessas pragas pode ser uma tarefa desagradável e custosa, que poderia ter sido prevenida pela limpeza preventiva.

Limpeza de fossa séptica previne doenças

Não deve ser nenhuma surpresa que a falta de limpeza da fossa séptica pode apresentar riscos à saúde. Afinal, trata-se de esgoto não tratado.

Em caso de enchente, entupimento ou ingestão acidental, há uma série de doenças que podem infectar as pessoas que entrarem em contato com os dejetos, dentre elas diarreia, giardíase, febre tifoide, lombrigas, leptospirose, hepatite A e cólera.

Por isso, mantenha a manutenção da fossa séptica da sua casa sempre em dia e deixe sua família protegida desses perigos.

Impede a contaminação do meio ambiente

A função da fossa séptica é transformar o material nocivo do esgoto em um composto menos agressivo ao meio ambiente. Isso é essencial para não comprometer todo o tratamento de esgoto da região e garantir a água limpa que chega à sua casa.

No caso de a sua fossa sem limpeza entupir ou transbordar, agentes contaminantes como iodo e chorume podem acabar em rios e no solo, prejudicando a natureza e os afluentes naquela área.

Previne danos maiores na estrutura

Enquanto o serviço de limpeza é relativamente simples, substituir o seu tanque fossa danificado pela falta de manutenção pode sair caro ao seu bolso.

A limpeza de fossa séptica preventivamente é uma forma de garantir que ela realize o seu trabalho corretamente e não dê problema. Além disso, durante a limpeza, é possível realizar uma inspeção para garantir que a fossa esteja em boas condições.

Quando limpar a fossa séptica?

A limpeza da fossa séptica deve ser realizada, em média, uma vez por ano, variando de acordo com o tamanho do tanque e a intensidade do uso. O ideal é que esse trabalho seja realizado por uma desentupidora especializada, e por profissionais experientes, para que você não corra o risco de se contaminar no processo.

Contratar uma empresa experiente também garante que o serviço seja realizado de acordo com a rígida legislação para o descarte de efluentes domésticos. Leia mais no nosso artigo: Serviço de limpa fossa: saiba como funciona e quando contratar

Ficou clara a importância de realizar a limpeza da sua fossa séptica? Então entre em contato com a Desentupidora Giracano e solicite um orçamento para limpeza de fossa séptica em Curitiba.

FONTE: https://www.r7.com

Caixa d’água de concreto ou fibra

Ao construir e reformar uma casa, tendemos a focar nos aspectos estéticos, na decoração e nos acabamentos, afinal, esses detalhes ficarão em evidência quando tudo estiver pronto. Na verdade, não há nenhum problema em pensar na aparência do imóvel, o problema é negligenciar outros aspectos importantes para o bom andamento da residência, como por exemplo, as caixas d´água.

Poucas pessoas se preocupam com esse detalhe ou não gastam o tempo que deveriam escolhendo a caixa d´água. A maioria bate o martelo e realiza a compra sem pensar na marca ou na capacidade ideal para abastecer a casa. Para evitar que isso aconteça com você e te ajudar a escolher a caixa d´água mais adequada, preparamos algumas boas dicas. Vem ver!

Fique de olho no volume da caixa

Antes de escolher a caixa d´água é preciso descobrir qual o volume ideal para o consumo da sua residência. Para comprar a caixa perfeita, você deve considerar se mora em casa ou apartamento, pois nos apartamentos, a pressão da água é maior, logo, se consome mais água. A quantidade básica é de 150 litros diários por pessoa em uma casa e de 200 litros diários por pessoa em um apartamento.

Para os especialistas, uma residência deve ter água na caixa suficiente para dois dias. Vamos supor que existam 3 pessoas morando em um apartamento e cada uma delas precisa de 200 litros por dia. A caixa, nesse caso, precisa ser de no mínimo 1.200 litros (3 moradores x 200 litros x 2 dias).

Não confunda os materiais

Para escolher a caixa perfeita para o seu lar, o ideal é conhecer as vantagens e desvantagens de cada material e optar pelo que oferece melhor custo-benefício. Confira a seguir os mais populares:

Fibra de vidro – A fibra de vidro é o mesmo material das tradicionais piscinas prontas e as caixas são resultantes da mistura de fibra de vidro com resina. Embora elas sejam leves, fáceis de instalar e de limpar, as caixas de fibra de vidro não são resistentes a furos.

Saiba Mais: Confira Aqui: Quer aprender a fazer uma pisicina apenas com uma caixa d’agua e madeiras de pinos

Polietileno – As caixas de polietileno são feitas com plástico à base de petróleo e, assim como as caixas de fibra de vidro, não apresentam muita resistência. O que compensa é o fato delas serem leves, de fácil manuseio e possuírem proteção contra os raios ultravioletas.

Inox – A caixa metálica de aço inox é muito durável, resistente e não trinca. Como se não bastasse, ela mantém a água fresca e possui fácil manutenção. O único problema desse modelo é o alto custo.

Observe os critérios para instalar a caixa

A caixa deve ser instalada em um lugar bem alto para que a água possa descer com potência suficiente e escoar pelo cano. Além disso, o local precisa ter estrutura para aguentar o peso da caixa, afinal, cada 1000 litros de água equivalem a 1 tonelada. Pense nisso também na hora da construção e instalação da caixa.

No nosso site você encontra diversas opções de caixa d’água e outros produtos para a parte hidráulica da sua casa.

FONTE: https://www.r7.com

Móveis planejados para escritório

As cores exercem uma influência muito positiva (ou negativa) na imagem de um ambiente de trabalho. Por isso, é fundamental escolher as cores certas para os móveis certos e essa decisão nem sempre é simples de fazer. O bom gosto pode ser um bom orientador, mas é preciso ficar por dentro das tendências.

Confira a seguir algumas dicas para usar as cores adequadas nos móveis de seu escritório!

Tenha mesas com acabamento claro

As cores claras costumam funcionar muito bem em ambientes de trabalho. Elas passam, em geral, a ideia de tranquilidade, conforto, harmonia e paz. Por isso, vale a pena aplicá-las nas mesas de seu escritório.

O branco, por exemplo, é um multiplicador da luz (na verdade, o branco é a reunião de todas as cores, como você deve ter  comprovado na popular experiência escola do Disco de Newton). Além disso, ele passa a ideia de maior espaço, de limpeza – e modernidade também.

O azul passa a ideia de serenidade, seriedade, sobriedade, equilíbrio – qualidades que valem a pena ser cultivadas em um escritório e em qualquer outro local de trabalho.

Acesse Aqui: Confira As Novidades:
Para um ambiente pequeno uma das melhores formas é investir em móveis planejados para escritório

Dose o vermelho nas estantes

O vermelho é uma cor quente, forte, escura, associada ao movimento, à intensidade. Para um ambiente de trabalho, pode não ser a cor ideal. Mas, o segredo está na quantidade de vermelho empregada sobre os móveis, especialmente nas estantes. Elas podem, inclusive, combinar perfeitamente com o acabamento claro das mesas.

Experimente usar o vermelho esmaecido ou em gradações suaves e confira o resultado visual que ele oferece, harmônico e esteticamente atraente.

Aposte nos detalhes em madeirado

Usar detalhes em madeira ou em materiais equivalentes é uma tendência moderna. Os detalhes em madeirado cabem em praticamente todos os móveis: mesas, cadeiras, estantes.

A madeira sempre foi um material nobre, associado ao bom gosto e à sofisticação. Também está relacionada à solidez, durabilidade e resistência. A arte atual procura valorizar bastante os detalhes e elementos madeirados dão o toque final na arquitetura de mobília.

Fique à vontade para escolher a cor das cadeiras

E quanto às cadeiras? Qual cor escolher? Pode optar por combiná-las com a mesa ou com as paredes. Talvez, prefira deixá-las independentes, usando cores diferentes, que podem variar entre tons mais vivos e tons mais claros.

O negro e o branco serão sempre boas opções para as cadeiras de seu escritório. Uma vantagem de usar cadeiras de cor escura é porque não revelam facilmente manchas e sujeiras, conservando por mais tempo um aspecto uniforme.

Opte por mais cores para os móveis de seu escritório

Até agora, sugerimos dicas que combinam bem com as mesas, cadeiras e estantes de seu ambiente de trabalho. Confira a seguir uma lista de cores que poderão ser usadas nos móveis, bem como as sensações a que estão associadas.

Cores quentes

Vermelho: entusiasmo, dinamismo, movimento (muito intenso, pode sugerir violência, raiva e paixão);

Amarelo: proximidade, vivacidade e luminosidade (em excesso, pode tornar-se cansativo);

Laranja: estímulo, vitalidade, força, energia;

Rosa: calma, aquecimento, proteção relaxamento (é a cor representativa da delicadeza e da feminilidade).

Cores frias

Azul: fé, confiança, pureza (azul-escuro passa ideia de formalismo);

Verde: tranquilidade, bem-estar, paz, natureza (verde-escuro pode ser depressivo);

Violeta: proximidade, contato espiritual (muito intenso, pode provocar desestímulo).

Saiba como colorir adequadamente o ambiente

Caso prefira, poderá optar por deixar o escritório mais dinâmico, investindo em móveis coloridos. Tome cuidado somente para não deixar o ambiente extravagante, com ar de discoteca ou de ambiente para entretenimento. Isso pode comprometer a concentração, o desenvolvimento eficiente das atividades e a produtividade.

FONTE: https://www.r7.com

Massagem tântrica: conheça todos os seus benefícios


Você teve uma experiência traumática e desde então não voltou a ser a mesma? Você não consegue sentir prazer? Quando temos uma disfunção ou um bloqueio em nossa sexualidade, os relacionamentos se tornam difíceis. Por vergonha ou medo, relutamos em pedir ajuda, porém o problema só aumenta e pode resultar em uma separação.

Confira Aqui: Para Saber Mais: Quando ouvimos falar em massagem tântrica logo vem à nossa mente uma massagem sexual

No entanto, existe uma terapia que pode ajudar as pessoas que já sofreram algum tipo de trauma no passado. Conheça a terapia tântrica e saiba como ela pode ajudar as vítimas de abuso.

No texto de hoje vamos abordar os seguintes tópicos:

O que é o Tantra?

Terapia Tântrica

O que é massagem tântrica?

Como a massagem é feita?

É diferente para cada pessoa

A terapia causa desconforto?

O terapeuta tântrico vai trabalhar com a sua sexualidade, não com sexo.

Muito além da massagem

Como o Tantra traz cura para as vítimas de abuso?

Quais são os sintomas de abuso sexual em uma mulher?

O abuso vai além do estupro

Nem todos se lembram

A terapia tântrica ajuda a alcançar orgasmos melhores

É possível  ter cura completa e desfrutar de uma vida sexual realizada?

O que é o Tantra?

O Tantra é uma filosofia comportamental, de princípios matriarcais, sensoriais e desrepressores. Suas meditações, práticas e vivências levam ao despertar e ascender a energia Kundalini, energia vital que dá movimento à vida e consequentemente todos os processos energéticos, emocionais, mentais e fisiológicos dos indivíduos. Considera-se a ascensão da Kundalini nascendo na região pélvica (chakra básico) e subindo pela coluna vertebral até o topo da cabeça (chakra primário).

A filosofia se tornou moda no Ocidente nos últimos anos e é usada para o autoconhecimento, para curar feridas emocionais, melhorar a sexualidade e como um veículo para alcançar maior e melhor longevidade. Também é recomendado para combater o estresse, aliviar a tensão muscular, anorexia e / ou bulimia, cistos ovarianos, miomas, menopausa precoce, infertilidade, depressão e ataques de pânico, entre outros.

Terapia Tântrica

A Terapia Tântrica é uma prática de cura sagrada baseada em técnicas e sabedoria antigas, combinada com métodos terapêuticos e redefinida para a nossa época. Trabalha com a energia vital / sexual de todo o corpo, honrando todo o ser. Ela desperta os sentidos, liberando energia bloqueada e trazendo maior alegria, erotismo, sensibilidade, expansão e vitalidade a todos os níveis do seu ser. É conhecida principalmente, devido à massagem terapêutica.

O que é massagem tântrica?

A massagem que foi desenvolvida por tântricos modernos nas últimas décadas para resolver problemas generalizados que acompanham um estilo de vida convencional. Os aspectos benéficos são muitos; no entanto, é mais conhecida como um instrumento profundo de cura e famosa por sua capacidade de remover bloqueios sexuais e energéticos.

Ao fazer isso, uma pessoa pode experimentar uma remodelação de todo o seu ser, e ser despertada para um nível elevado de saúde e bem-estar, uma capacidade de amar mais profundamente, um aumento no prazer e no potencial orgásmico, bem como uma realização espiritual.

Quando habilmente incorporar essa força universal em uma massagem, o potencial curativo aumenta exponencialmente e os resultados ou efeitos se multiplicam. Pode tocar as camadas e aspectos mais profundos de um ser humano.Isso é importante devido ao fato de que muitos dos problemas que as pessoas modernas enfrentam – distúrbios emocionais, problemas mentais, disfunções sexuais e problemas de saúde – são atribuídos a bloqueios e impressões embutidos em um nível imperceptível.

Benefícios da massagem tântrica

A massagem tântrica consiste em estimular os nervos localizados nos órgãos sexuais para criar novos caminhos de sensação para o cérebro. Em uma sessão tântrica, muitas coisas podem acontecer. Geralmente, trata-se de remover quaisquer bloqueios no corpo da pessoa para abrir caminho para o fluxo de energia sexual. Liberta as mulheres para serem mais auto-expressivas no mundo, mais vivas, mais ativas e mais felizes.

Durante a massagem, às vezes a escuridão surge, através de lágrimas ou raiva. Mas a beleza do tantra é que você pode permitir que o corpo acesse a dor do trauma de maneira segura, deixando-a emergir em um recipiente seguro e depois ser transformado pela magia do orgasmo.

Como a massagem é feita?

A massagem é realizada em uma maca ou tatame e a terapia dura aproximadamente 1 hora. Qualquer pessoa de qualquer idade pode se beneficiar desta técnica. Para realiza-la, a cliente se deita, com a área pélvica livre ou com roupas íntimas, para prosseguir com a massagem de desbloqueio sexual. Essa técnica consiste em exercer pressão em certas áreas, com maior ou menor intensidade. É importante ressaltar que a terapia se adapta a você e não você a ela.

Com a massagem, o terapeuta procura uma dor que ao mesmo tempo tenha um ponto agradável, para despertá-la da “dor do sono”. Isso acontece porque nosso corpo faz ajustes e correções para continuar vivendo e anestesia essa dor. Com essa técnica, o terapeuta a libera.

É diferente para cada pessoa

A massagem é diferente para cada pessoa. Nas vítimas de abuso sexual e estupro, há um cuidado redobrado. No primeiro momento, não há toques genitais, por exemplo, justamente para que haja uma confiança entre o paciente e o terapeuta. Só depois há um outro tipo de estímulo, em que há o toque genital nos grandes e pequenos lábios e no clitóris (no caso das mulheres ou estimulação do corpo peniano e glande (no caso dos homens). Com a evolução emocional, acrescenta-se o estímulo interno nas mulheres, no ponto G, no início do canal vaginal; nos homens, na próstata.

A terapia causa desconforto?

Às vezes você pode sentir sensações de desconforto em outras partes do corpo. É totalmente normal, faz parte dessa libertação. Ao longo do processo, a dor é nossa amiga, nós a usamos em nosso benefício porque a dor nos guia. Onde dói é exatamente onde o corpo precisa de mais cuidado.

O terapeuta tântrico vai trabalhar com a sua sexualidade, não com sexo.

Apesar do que muita gente pensa, a  terapia tântrica não é um ato sexual, apesar de trabalhar a energia sexual. Por isso, o terapeuta sempre faz as sessões vestido, enquanto a pessoa que recebe a massagem fica sem roupa.

Se você comparecer a uma sessão de terapia tântrica esperando sexo, sairá muito frustrada. Da mesma forma, se receber esse tipo de abordagem de um terapeuta saiba que você não esteve diante de um profissional sério. O papel do terapeuta tântrico deve ser o de desprogramar conceitos, de quebrar paradigmas e limpar seu corpo dos condicionamentos que ele tenha a respeito dos estímulos que recebe. E isso não se faz com uma transa, mas sim com técnicas que, ao serem aplicadas, alteram a bioquímica e a percepção que temos do nosso corpo.

Muito além da massagem

Apesar da massagem ser muito importante, a terapia tântrica é muito mais ampla e oferece uma série de recursos como respiração, técnicas vibracionais e energéticas, dinâmicas corporais, meditações e até danças.

Elas ajudam a dissolver as couraças que as emoções ruins, as repressões e outras experiências criam no nosso corpo, tornando-o mais leve, limpando-o das somatizações que esses sentimentos desagradáveis possam causar. Além disso, trabalham a produção hormonal de diversas glândulas, gerando descargas de serotonina, oxitocina e outros hormônios ligados ao prazer e à alegria.

Como o Tantra traz cura para as vítimas de abuso?

As vítimas de abuso têm emoções negativas, como medo, raiva, desconfiança, vergonha, em todo o corpo, principalmente na bacia pélvica e na área genital, dependendo do tipo de abuso que sofreram. O Tantra ajuda o cliente a perceber o abuso evocando emoções, perdoando o agressor e liberando as emoções negativas estagnadas através do yoga, meditação, tonificação (sons) e massagens profundas, incluindo massagens yoni (massagens vaginais).

Durante esta massagem, o terapeuta sente os nós, os blocos, os tecidos da cicatriz na superfície da yoni, que é uma manifestação de emoções. Quando a yoni é desintoxicada, ela se abre para uma liberação emocional mais profunda através da ejaculação feminina. Quando você se sente triste, você chora. Então você não se sente mais triste.

FONTE: https://www.r7.com

Qual a diferença entre a solda MIG e TIG

A soldagem é um processamento por meio do qual duas peças de metal são unidas usando calor e eletricidade. Um material de desempenho é empregado para fazer uma pinga de metal fundido, que arrefece a tornar-se um forte fibra entre as peças.

A soldagem é usada em vários tipos de indústrias, inclusive construção civil, construção naval, aeronáutica e eletrônica. Há vários processos de soldagem, porém os mais comuns são de soldagem fixa (SMAW, abreviação em inglês ), soldagem por animação metálico preguiçoso (MIG, abreviação em inglês ) e soldagem por animação preguiçoso de tungstênio (TIG, abreviação em inglês ).Soldagem fixaA soldagem fixa, similarmente conhecida como soldagem por argola metálico blindado é um dos tipos mais simples e mais comuns de soldagem.


O eletrodo que efetua o nome a este tipo de soldagem é recamado com um blindagem de metal que funde e maneira um animação amigo no momento em que o calor é dado, sendo inserido escória, desoxidantes e uma coalizão ao metal fundido. A escória é fabricada no momento em que glóbulos de metal fundido se solidificam na superfície da soldadura – estes precisam ser tirados.

Os equipamentos de soldagem fixa são fáceis de utilizar e de baixo esforço. O eletrodo oferece seu próprio movimento, eliminando a urgência de fontes adicionais. A soldagem fixa pode ser realizada em todas as posições ( em uma superfície plana, horizontal, perpendicular e ou em lugares elevados), e possui uma menor receptividade a correntes de ar se comparados com soldas de animação de proteção.

Saiba Mais: Tem alguma dúvida sobre o processo de soldagem


Soldagem MIG ( animação metálico preguiçoso )


As soldagens de animação metálico preguiçoso, ou MIG, utilizam um carretel de cordão de aço endurecido, que é concebido para a setor de trabalho de uma equipamento a partir de uma ponta de contato presente na “ pistola ” MIG. A ponta de contato é carregada eletricamente no momento em que o gatilho da artifício é concentrado, que derrete o cordão para fazer o material fundido. A soldagem por MIG é geralmente usada em ambientes interiores, no qual correntes de ar não deslocarão o animação de proteção. Não obstante, ela pode ser usada no campo usando blocos de poder, como folhas de plástico. A soldagem MIG pode ser aplicada em aço puro, aço-carbono e alumínio.

Ela pode ser usada para soldar em todas as posições. As desvantagens incluem ter necessidade de utilizar um reservatório fatigante de animação de proteção e o esforço dos produtos descartáveis, como pontas e bicos.


Soldagem TIG ( animação preguiçoso de tungstênio)


A soldagem por animação preguiçoso de tungstênio, ou TIG pode ser usada em uma ampla diversidade de materiais, favorecendo soldas de alta qualidade e não produzindo fumaça tóxica. O animação árgon é empregado nesse processamento para ajudar a soldadura da contaminação, de forma que não há fabricação de escória. As soldas são capazes de ser realizadas em todas as posições.

Todos estes vantagens fazem com que a soldagem

TIG seja a escolha ideal para espaços reduzidos. Não obstante, este tipo de soldagem requer mais agilidade e experiência para realizar uma ótima soldadura. A lampadário precisa ser segurada em um óptica honesto, o banho de liga precisa ser tratado constante e deve-se usar o desempenho certo.

FONTE: https://www.r7.com

Quando usar solda MIG

Quem vive o dia a dia da indústria sabe: várias vezes, os equipamentos de soldagem não são usados de modo correto pelos técnicos ou não evidencia as suas funcionalidades exploradas ao máximo. Isto ocorre visto que vários profissionais não evidencia o entendimento preciso para usar totalmente todos os recursos disponíveis.


Pensando nessa história, separamos, a seguir, algumas dicas essenciais, listadas por Wagner Santos, técnico em soldagem pela FATEC-SP, para ajudá-lo a usar as máquinas de soldadura da melhor forma possível. Afinal de contas, a maior parte dos complicações pode ser fácil resolvida com pequenos ajustes.

Saiba Mais: Se você esta aprendendo a soldar MIG, veja aqui algumas dicas de posicionamento e manipulação


No momento em que a equipamento de soldadura para de ter êxito a todo o hora, porém se preserva ligada


“ Ótima parte dos equipamentos de soldagem apresenta uma proteção térmica que evita o superaquecimento dos componentes internos da equipamento. No momento em que há um crescimento da temperatura, um led é acionado, o que indica que o equipamento entrou no tempo de esfriamento. Para não deteriorar a equipamento, ela não precisa ser usada até atingir uma temperatura ideal para o seu desempenho ”, recomenda Santos.


No momento em que este dificuldade acontece com frequência, podemos realizar que o equipamento de soldagem em discórdia não é o mais apropriado às necessidades da indústria. Certamente, a equipamento é bastante jovem para a energia do trabalho. Nesses casos, a orientação é o utilização de um maquinário maior, que permita um maior ciclo de trabalho.


No momento em que não é possível ter o morrer esperado com as soldas MIG que não utilizam animação


Os equipamentos de soldagem MIG que não necessitam da combinação de gases ( CO ²/ AR ) usam de um dinheiro tubulado calçado, capaz de cumprir a soldadura. Não obstante, com isto, não há uma proteção em redor da poça de soldadura, gerando promoção na ocorrência de respingos.


“ Em cerca de 90% dos casos de contrariedade com estes equipamentos de soldagem, a motivo é o morrer, que encontra-se abaixo de do esperado. Nesses casos, o mais sugerido seria o processamento MIG clássico, com a uso dos gases. Equipamentos MIG sem animação são similares com os transformadores de soldadura de eletrodos, com a proveito de serem mais práticos e produtivos”, afirma o profissional.


No momento em que o transformador não soldadura chapas finas

Ingalls Shipbuidling welder utilizes the WCC system.


Transformadores de soldadura ou soldas argola não são recomendadas para processos de soldagem de chapas finas (com pouco de 2 mm de encorpadura ). Isto visto que os eletrodos revestidos precisam de altas amperagens para abrir o argola ativo.


Um eletrodo 6013 de 2,5 mm, que é um dos mais usados em funções médios, necessita de 120A para abrir o argola e começar a soldadura. Essa amperagem usada em chapas bastante finas pode acabar perfurando facilmente a superfície a ser soldada.


“Aos profissionais da indústria que trabalham com chapas mais finas, como os funileiros, por exemplo, é recomendada a uso do sistema MIG ou TIG, que apresenta maior banda de amperagem e incrementa muito o ventana de espessuras de chapas”, explica o técnico.

FONTE: https://www.r7.com

Arrendar uma pousada

Vários potenciais empreendedores hoteleiros optam pelo arrendação comercial com diversos metas: saber e se acertar ao meio hoteleiro e seguir como arrendatários, ter uma experiência prévia a adquirir ou desenvolver uma coisa, ou como tangível virtualidade operacional e financeira para sua continuidade.


Estima-se que existam, nos dias de hoje, no Brasil mais de 3.000 tesouro de cômodo a distribuição, vários deles com escolha de arrendação, além de uma amplo porção de empreendimentos ofertados especialmente para arrendação.


Neste texto vou mirar uma série de afazeres que descaído precisam ser conforme considerados para que arrendatários não caiam em “roubadas”, bastante frequentes no mercado.


Identifique o razão ao qual o arrendante está negociando o entidade


Saiba similarmente se é o primeiro arrendação (pode ser um subarrendamento e neste caso veja se o contratação principiante olha esta eventualidade ), quanto tempo ficou à frente do negócio, que perfil laborioso possui ( isso será fundamental para definir o modelo de gestão a adotar ).


Identifique dados operacionais e financeiros
Via de exemplo, os pequenos empreendimentos evidencia esses dados de forma muito coloquial – invasão dos últimos anos, tarifários, diárias médias, permanências médias, custos, despesas, receitas, percentuais de tributação, perfis de hóspedes, parceiros comerciais (OTAs, agências receptivas e emissivas, etc.), algarismo e perfil de funcionários, fornecedores, etc.


Orientação: não canhão todas estas informações de uma vez apenas, solicite em duas ou 3 etapas se não ou vão se atemorizar e não permitir informação nenhuma ou vão “ desdenhar ” dados ( bastante mais comum que você pode imaginar ).


Busque o óbolo de um engenheiro para vistoriar o local


Caso tenha ganho todas as informações ou também mesmo parte delas, canhão que um engenheiro, ou indivíduo bamba em construções, avalie o entidade – tubulações, madeiramentos, esquadrias, rachaduras, umidades excessivas, barulhos, etc. Caso estas situações apareçam chame o arrendante e negocie com ele as correções que precisam ser feitas, quem vai pagar o que, ou uma esterilidade de alguns meses para que você faça as correções que seriam de responsabilidade dele.


Os princípios praticados


Trata, com certeza, da discórdia mais delicada – o que tenho averiguado no momento em que dou coadjuvação a arrendatários é que os proprietários pedem princípios absurdos. Várias vezes, a melhor lucratividade que tiveram em anos e que, penosamente em ofício da grande oferenda, será obtida de novo. Vários similarmente pedem “joias” como suposta garantia pelos propriedades que estão deixando e, algumas vezes, o pagamento do primeiro ano imaturo.


O arrendação comercial não é colocação de uma casa ou discriminação para o estio no litoral ou idade na serra. No valor do arrendação mensal deverão estar inclusos os produtos que permanecem nesta colocação comercial e que deverão ser entregues na mesma situação no final do contratação ou no momento em que esse for concretizado – para tanto é necessário um especificação bastante bem projetado de tudo que encontra-se, com a situação de equipamentos, material, produtos de ornamento, instalações, etc.


Dados, vistorias, negociação, prazos acordados…
É momento de se realizar um bom contratação – não pegue contratos de internet, nem sequer de um medidor colega seu, a pouco que tenha ótima experiência na setor. Procure admitir um orago ou um consultor para lhe auxiliar, não é tão caro quanto você pode julgar e vai antecipar situações essenciais como:


Opções de compra ;


Cláusulas de cancelamento de parte e parte ;


Descontos para anástrofe de pagamento ;


Quem deverá pagar eventuais consertos e evoluções que precisam ser feitas durante do tempo de arrendação ;


Visitas de potenciais interessados, caso o entidade continue à distribuição ;
Dentre mais.

Contratação assinado é a momento da transferência


Transferência que, da mesma maneira, deverá estar prevista em contratação.É fundamental que o arrendante fique com você no entidade ao longo alguns dias, uma semana pode ser que, também mais se você não tiver experiência na setor, para lhe permitir orientações sobre utilização de sistema, fornecedores, entregar contatos comerciais, anunciar sobre comissionamentos, faturamentos e mais detalhes, além de realizar uma comemoração com colaboradores.


Neste ponto vale um adendo: é fundamental que o senhorio demita todos os colaboradores e você os recontrate com CNPJ próprio. Em tese qualquer assuma um CNPJ de indivíduo, mesmo lhe explicando certidões atualizadas, uma vez que você não o(a) conhece.

Saiba Mais: Quer arrendar a sua pousada ou quer arrendar uma pousada



É momento de levantar as mangas e trabalhar bastante. Administrar hotéis e pousadas com toda esta oferenda pode ser que de modo algum tenha sido uma missão tão complicado, por conta do grande crescimento dos tesouro de cômodo, flutuações tarifárias e queda de pleito, porém se você optou pelo arrendação, estudou as opções de empreendimentos, o mercado, etc., suas chances de sucesso são interessantes.

FONTE: https://www.r7.com